Alguns porquês

Ressurgindo das minhas cinzas, cá estou eu de volta, um pouco mais metafórica do que antes. Me despindo da preguiça, e de forma até poética, venho atualizar esse meu blog, que parecia, apenas parecia, estar abandonado. Deixando as (tentativas de) frases bem feitas e as bobeiras pra trás, eu to aqui, depois desses três meses sem nada pra (tentar) voltar com tudo. E olha, acho que nesses três meses que eu não atualizei aconteceu mais coisa na minha vida do que nos últimos anos.

Continuar lendo

Anúncios

Cansada de não fazer nada

Essa frase utilizada por muitos (á toas como eu) do título descreve meus últimos dias. Muitos podem falar que é bobagem, mas chega uma hora que enche o saco não ter nenhuma obrigação. E esse post segue o que eu disse no A procrastinação gerada pelo ócio (já perceberam como eu sempre cito algum post anterior?).

Continuar lendo

Passei

Há pouco mais de um mês eu fiz um post aqui falando de como tinha sido minha experiência prestando vestibular. Como tinha sido os dias das provas e como eu ficaria ansiosa pelo resultado, porque ele só sairia no dia 15 desse mês. Eu até fiz outro falando da minha “a toazice” e da procrastinação gerada enquanto esperava esse resultado.
Continuar lendo

Começando 2013

Ano novo, vida nova. Eu realmente detesto essa frase.
Mas não é exatamente sobre isso que eu quero falar. Bem, talvez eu acabe falando sobre isso, até porque é meio que impossível não falar sobre ano novo em um primeiro post do ano (a não ser que o mesmo seja feito tempos depois da virada do ano, o que não é o caso desse). Só que eu não quero falar sobre uma vida nova do modo como a maioria das pessoas vêem. Não acredito que sua vida mude de um ano para o outro, não tão de repente como as pessoas esperam.

Último post do ano

Esse era para ser o post sobre o terceiro álbum que o Green Day lançou em 2012, o ¡TRE! (assim como eu fiz com o ¡UNO! e o ¡DOS!), porém, eu ainda não comprei o CD (porque, o dinheiro eu já tenho, mas não achei em nenhuma loja ainda) e estou com um pouco de preguiça (porque eu sou bem preguiçosa mesmo). Acho que o fato de ter o CD faz com que uma parte da minha preguiça vá embora, mas enfim, esse post fica para um dos primeiros do ano que vem. E agora: inutilidades que eu acho importante (meio paradoxal essa frase, não?) relacionada a essas últimas semanas em que eu não postei nada no blog.

ENEM chegando

Menos de uma semana para o ENEM e eu não consigo ficar ansiosa, nem desesperada. Acho que isso vai da minha natureza calma (?), mas eu não consigo me desesperar com provas. Não estou querendo dizer que eu sou a pessoa mais confiante do mundo e não estou com toda essa ansiedade porque sei que irei bem (porque na verdade eu não sei), só que eu aprendi que o desespero, a ansiedade e até mesmo o medo de não passar é só uma barreira para não te deixar fazer uma boa prova.

Finalmente férias, Oh Love!

Hoje é o meu primeiro dia das férias de Julho, mais conhecidas como recesso escolar, uma vez que duram apenas duas semanas, mas tudo bem, porque por enquanto é o suficiente. Vou finalmente poder colocar o meu sono infinito em dia. Vou também estudar mais um pouco, até porque o vestibular está cada vez mais próximo, mas eu não vou me preocupar muito pra poder aproveitar essas férias. Como hoje ainda é o primeiro dia das minhas férias não posso dizer que já aconteceram várias coisas, até porque ainda não teve nada de mais. 

Sobre responsabilidade e um ano de blog

Nossa, mais de um mês sem nada novo aqui, caramba! E nossa mais uma vez porque tá completando um ano que eu tenho esse blog aqui, pois é. Mesmo não atualizando tão frequentemente quanto eu queria (e nem tendo o feedback esperado), eu estou bem feliz em estar completando um ano aqui.