Meu primeiro contato (frustante) com Harry Potter

Agora eu vou tentar manter a mesma frequência de um post por semana que eu tinha no início desse blog. Isso mesmo, estou tentando deixar minha preguiça de lado, agora é só torcer para que a criatividade me acompanhe e pronto, textos novos a cada semana.
Mas começando o assunto mesmo, aqui eu vou contar como foi a primeira vez que tive um contato real com a grande saga que teve um “fim” no ano passado, e como isso foi realmente frustrante para mim.
Por volta de 2001-2002 Harry Potter já era uma febre entre as crianças e os adolescentes do mundo inteiro, ou pelo menos aqui do Brasil. Eu tinha uns seis ou sete anos mais ou menos (e talvez agora você esteja calculando qual é a minha idade atual), e todos os meu amigos da escola já tinham assistido o filme e ficavam me falando como ele era incrível, como a história era sensacional e tudo mais. Isso sempre me deixava muito ansiosa para ver o filme. Magia e aventura eram coisas que realmente me fascinavam, e fascinam até hoje, então esse era o filme perfeito. Eu ainda não havia assistido, mas já sabia praticamente toda a história só dos meus amiguinhos ficarem me contando.
Um belo dia, querendo acabar com essa curiosidade eu resolvi pedir para o meu pai locar a fita (pois é, a fita) na locadora perto da minha casa (que infelizmente fechou no meio do ano passado), e ele, como um bom pai foi. Quando ele voltou trazendo aquela singela fita com a capa azul eu fui logo pegando.
Eu fiquei um bom tempo admirando cada detalhe dessa capa
Depois de ficar um tempo admirando a capa eu decidi colocar logo a fita no vídeo cassete, que ficava no meu quarto. Ninguém além de mim na casa queria ver o filme (nem mesmo minha irmã, que hoje é uma super fã), mas tudo bem, porque eu estava destinada a ver aquele filme de qualquer jeito.
Coloquei a fita dentro do vídeo e fiquei esperando ansiosamente carregar (o vídeo já era bem velhinho e demorava um pouco), eu estava super empolgada com a ideia de que finalmente eu conseguiria assistir o filme que todo mundo falava que era tão bom. Foi então que eu percebi que estava demorando de mais para carregar, tentei ejetar a fita, mas ela não saía, tive que recorrer ao meu pai.
Ele teve que abrir o vídeo e ai vem a parte mais frustante: o vídeo tinha mastigado a fita. Aquilo conseguiu destruir toda a felicidade que eu estava anteriormente, porque vocês sabem fita mastigada é equivalente a “você não vai conseguir assistir esse filme”. Fiquei realmente muito chateada, principalmente quando meu pai confirmou que eu não conseguiria assistir aquele filme.
Depois disso ele devolveu o filme para a locadora e eu fiquei sem assistir Harry Potter e a Pedra Filosofal. Eu só fui realmente assistir um filme de Harry Potter quando saiu Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban no cinema, mas isso já é história para outro post.
Anúncios

2 respostas em “Meu primeiro contato (frustante) com Harry Potter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s