Casa sustentável

Então, nesse último sábado teve a Feira de Ciências e Cultura lá na minha escola. Essa feira é um evento que acontece desde 2001 (tirando 2009) em que cada turma apresenta sobre um assunto relacionado a um tema. É uma das melhores coisas que tem na escola, principalmente porque se você fizer tudo certinho é um dez garantido na sua nota. E nesse ano o tema era progresso, e a minha turma ficou com sustentabilidade. Um assunto bem simples e até mesmo fácil de falar, e que também está muito em alta por ai.
Minha turma foi dividida em grupos e cada um tinha que montar e apresentar algo sustentável, os projetos eram: um jardim vertical, feito de garrafas pet; artesanato com material reutilizável; uma maquete mostrando a energia das correntes marítimas; e uma casa de garrafas pet com telhado de grama (que foi o que meu grupo escolheu). E aqui eu vou contar mais ou menos como foi o processo de montagem da casa.


Bem, nós começamos a “montar” a casa umas três semanas antes da feira. Digo montar entre aspas porque, na verdade, o que começamos a fazer três semanas antes da feira foi juntar garrafas pet para lavar e cortar (o que não foi tão divertido), praticamente fizemos só isso durante duas semanas. Arrumaram para nós a estrutura da casa e nós medimos para saber quantas garrafas eram necessárias. Sério, acho que nunca vi tanta garrafa pet na minha vida.

Na quarta-feira (dia 26) começamos a montar a casa pra valer, assim, não foi necessariamente nós (o grupo) e sim os tios (agradecimento especial para o Tio Sérgio, que deve ter enjoado das nossas caras), que estavam cortando os pedaços de madeira para colocar nas bases das paredes de pet.

Isso era tudo que tínhamos da casa na quarta

Depois, na quinta (dia 27) nós passamos a manhã pintando a estrutura da casa, já que a madeira da casa estava meio surrada (acho que não mencionei que ela foi encontrada no lixo). Passamos duas mãos de tinta e saímos completamente sujos. Mas foi bem divertido.

A pior parte foi ter que limpar o chão depois, acho que nunca
esfreguei tanto um chão (e olha que a tinta era a base d’água)

E na tarde do mesmo dia nós encaixamos todas 165 garrafas na casa. Um pouco trabalhoso, mas nada que um marreta não resolvesse.

Pronto, finalmente já tínhamos a casa montada, mas ainda estava faltando uma coisa, o principal ainda não tinha chegado, ainda faltava a grama para por no telhado. Sem a grama não faria muito sentido, afinal, nós estávamos falando sobre telhado verde (ou telhado de grama, ou eco telhado).

E essa tão esperada grama (já falei que essa feira vale dez pontos?) só foi chegar lá para ás 11:30h da sexta, fomos correndo buscar a grama e colocamos na casa. E nossa, esses tapetes de grama são meio pesados, bem, talvez eu ache isso porque antes disso tive que carregar um monte de vasos com plantas. Bem, confere ai o resultado final da casa:

Nossa casa linda
Nessa foto está eu (a primeira da esquerda) e o meu grupo ao
lado da casa pronta

E bem, foi isso. No sábado ocorreu tudo certo (fiquei com muito medo das garrafas se soltarem durante o sábado) e acho que essa casinha agora está na fazendinha da minha escola. Foi bem divertido montar essa casa, eu só sei que eu não quero mais ver garrafas pet na minha frente, sério.

Anúncios

2 respostas em “Casa sustentável

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s